Criação (2009)


Neste filme britânico lançado em 2009 o diretor Jon Amiel apresenta uma parte da estória de vida de Charles Darwin interpretado brilhantemente por Paul Bettany. Considero esta obra como a melhor biografia cinematográfica de um cientista, principalmente porque não há estereótipos Darwin é apresentado como um ser humano que tem por volta de 40 anos e leva uma vida pacata em uma vila inglesa. 
Darwin é muito ligado à sua esposa Emma (Jennifer Connelly) e aos filhos e sofre devido à morte precoce de sua filha Annie (Martha West) com quem Darwin dialoga durante todo o filme. 
Em “Criação”  a viagem do Naturalista ao redor do mundo a bordo do Beagle é mostrada apenas em alguns “flashbacks” que acompanham sua enorme dificuldade na interpretação dos dados coletados e na redação de “A Origem das espécies”. 


O dilema de Darwin, que o leva a protelar por anos a publicação de seus estudos, está relacionado à sua constatação de que a existência de Deus não se encaixa no mundo real que sua teoria revela, o que contrasta com a enorme fé de sua esposa e entra em conflito com a religião.

Após um tratamento psicológico e em face da eminente publicação por Alfred Russel Wallace das mesmas ideias evolucionárias, Darwin decide publicar seu trabalho que revolucionou a ciência. 

Referências:




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nenhum a menos (1999)

O Quarto de Fermat (2007)

Copenhagen (2002)