sábado, 12 de março de 2016

Einstein e Eddington (2008)


Drama biográfico produzido para a televisão pela BBC e HBO em 2008 retrata a relação entre o Astrofísico inglês Arthur Eddington e Albert Einstein durante a primeira guerra mundial em que Alemanha e Inglaterra eram países inimigos. A carreira de Eddington é marcada pela tentativa de comprovar a Teoria da Relatividade de Einstein, objetivo alcançado em 1919 durante o eclipse solar em que a expedição de Eddington à ilha Príncipe na costa da Africa comprovou o desvio da luz de estrelas pelo campo gravitacional do sol.


O filme é pouco rigoroso e mostra personagens muito estereotipados. A estória inicia-se justamente em 1919 com Eddington preparando-se para tentar observar o eclipse, apesar do tempo chuvoso e através de um flashback mostra o contato dele com a teoria de Einstein em 1914.  Eddington era então diretor do Observatório da Universidade de Cambridge e supostamente através de correspondências com Einstein teria influenciado no desenvolvimento da Relatividade Geral. No filme os trabalhos do físico alemão são pouco conhecidos na Inglaterra, na realidade Einstein já tinha sido indicado ao Nobel de Física em 1910, 1912 e 1913.

O filme conta paralelamente a vida pessoal e profissional dos dois cientistas, Einstein é retratado como um homem pacifista, indisciplinado e inconsequente que tem um relacionamento ruim com a primeira mulher Mileva e com os filhos e que ao se transferir de Zurique para Berlim, a convite de Max Planck, se envolve com sua prima Elsa, aparentemente bem mais jovem. Na verdade Elsa já era uma senhora divorciada, tinha duas filhas e torna-se a segunda esposa de Einstein.

Eddington é retratado como um pacifista muito ligado à irmã e à religião Quaker que se recusou a lutar na primeira guerra e defendeu imigrantes alemães na Inglaterra tendo sido muito hostilizado por isto. A fé de Eddington é abalada com a morte de seu amigo William Marston a quem ama em segredo.

No final Eddington consegue observar o eclipse, comprova a teoria de Einstein e divulga o sucesso da Relatividade Geral para todo o mundo, contribuindo muito para a fama de Einstein.

O filme não retrata nada da expedição à Sobral no Ceará que em 1919 fez as melhores fotos do eclipse e contribuíram para as conclusões de Eddington.

Apesar de ficcional, pouco preciso e muito fantasioso este é o melhor filme biográfico de Einstein e o único que retrata a vida de Arthur Eddington. O filme mostra também a relação da ciência e dos cientistas com a guerra e o forte preconceito com as mulheres na ciência da época.

Referências:
http://www.bbc.co.uk/programmes/b00ft62c
https://pt.wikipedia.org/wiki/Einstein_and_Eddington
http://50anosdefilmes.com.br/2014/einstein-e-eddington-einstein-and-eddington/
http://alvaroaugusto.blogspot.com.br/2012/07/einstein-and-eddington-o-filme.html

Assistir aqui:
http://www.metacafe.com/watch/7258871/einstein_and_eddington/





Nenhum comentário:

Postar um comentário

As sessões do Ciência Cineclube são abertas ao público. Para os estudantes da PUC Minas é possível fazer a inscrição na atividade pelo Sistema de Gestão Acadêmica SGA e receber certificado de participação.





Fale conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *